Posted in Portuguese

Aristedes De Sousa Mendes

Acabei de ler um texto sobre Aristedes De Sousa Mendes. Nunca ouvi falar dele. No início da segunda guerra mundial, era cônsul português em Bordéus na França. Quando a invasão de França começou, milhares de refugiados, incluindo um grande quantidade de judeus, apresentaram-se no seu consulado.

Aristides de Sousa Mendes do Amaral Abranches
Aristides de Sousa Mendes

Naquela altura os governos de Portugal e da Espanha foram ditaduras e apesar de serem neutros, compartilharam alguns valores em comum com os Nazis e não queriam admitir pessoas apátridas em fuga do exército alemão. O senhor De Sousa Mendes afirmou que “Se há que desobedecer, prefiro que seja a uma ordem dos homens do que a uma ordem de Deus” portanto ele com a ajuda da sua mulher um filho e mais um funcionário passaram três noites a emitir vistos e a carimbar passaportes.

O cônsul foi demitido no final, e faleceu uns anos depois em obscuridade e cheio de dívidas mas nos anos setenta, depois da revolução, foi reintegrado no corpo diplomático a título póstumo. Foi elogiado pelo heroísmo que ele mostrou naquela hora negra, durante a qual seja estimado que ele tenha salvo as vidas de cerca de 13000 judeus e mais 27000 refugiados.

Author:

Just a data nerd

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s