Posted in Portuguese

Uma História Familiar

O meu pai emprestou-me um caderno do seu pai, (meu avô, obviamente) que ele escreveu numa máquina de escrever nos anos setenta do século passado. As páginas datilografadas* contêm as suas memórias da vida na Irlanda no início do século XX.

Abri o livro de modo aleatório e deixei os meus olhos cair num parágrafo(1):

[O avô dele] John Rogers tem um nicho no templo da fama por ter, como jovem ministro da Igreja, demitido o ainda mais jovem Patrick Bronte, o pai das autoras, do seu cargo na escola da Igreja em Glascar. O motivo da demissão foi que Patrick tinha estado a prestar atenção a uma rapariga na escola, uma doença profissional de professores novos.

Quem sabe, esta demissão pode ter dirigido os passos do Patrick rumo à Igreja de Ballyreney e daí para a universidade de Cambridge e a Igreja Anglicana e a esposa que daria à luz a Charlotte, a Emily, o Patrick e a Anne. Quem sabe, mesmo?

E eu pensei “🤯” ou, como dizemos em. Inglês “🤯”.

Não estava à espera disso!

*=datilografado is the right word here because we’re talking about a typewriter but I originally wrote “digitadas” because digitar is the generic word for typing letters into devices. Typos are erros de digitação for the same reason.

Typewritten text describing the dismissal of Patrick Bronte
“Paying Attention” eh?

Footnotes – apparently this isn’t some huge bombshell. The incident is mentioned in Patrick Bronte, Father of Genius by Dudley Green. On Page 24 it says Bronte was “caught among the corn stacks kissing one of his older pupils, a red-haired girl called Helen”.

Author:

Just a data nerd

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s