Posted in Portuguese

A Corrida

Capítulo 1 (Domingo)

Vou participar numa corrida daqui a duas horas. Não me sinto em condições para correr. Acho que vai ser difícil… Vou na mesma, mas fica a dica: antes duma corrida, bolo de chocolate não vale a pena*. Existem rações mais nutritivas.

Capítulo 2 (Segunda feira

Meias de corrida

É provável que vocês estejam à espera duma atualização sobre a minha corrida de ontem e que não dormiram por se perguntarem “Mas conseguiu ganhar a medalha? E será que ele marcou um novo recorde da distância do seu grupo etário?”

Infelizmente, fiz uma série de escolhas pouco sábias. Fui de bicicleta até ao campo de corrida. Uma hora de ciclismo sob o sol abrasador não é aconselhável. Ainda por cima, antes de sair da casa, não bebi nada a não ser café. Tomei uns goles de água logo antes do início mas foi muito pouco e muito tarde. Rapidamente, fiquei desidratado e sobreaquecido e logo depois abrandei a minha velocidade e a corrida tornou-se uma caminhada. Nem sequer posso culpar o bolo de chocolate.

* It was rightly pointed out that this is crazy talk, chocolate cake is always worth it.

Posted in Portuguese

Coimbra

A view of Coimbra

Penso passar uma semana em Coimbra. Há um festival de corrida em Agosto e apetece-me participar e depois passar uma semana a trabalhar, isolado num hotel sem distrações*. Será uma boa oportunidade de conhecer Coimbra sem fazer umas segundas férias** (já planeamos passar uns dias em França). Não sei precisamente quando mas vou fazer o meu plano em breve.

* You don’t say “without distraction” – it’s plural. I guess in English we focus on distraction as a mental state of being unable to work because of a chaotic environment, whereas in Português the emphasis is on the individual events causing that state of mind…?

**Férias is plural so by estension “a second holiday” is also plural.

I still haven’t definitely decided to go. In a plot twist, my daughter says she’d quite like to come along too. She has an EPQ project to work on, so we can have an intensive study week with relaxed, touristy evenings, I guess. That should be a fun experiment. I’ve never done this sort of thing before.

Posted in English, Portuguese

Vontade, Desejo

This is a short text trying to fit in as many expressions of will, intention or desire as possible. The expressions are from the Camões Institute’s C1 course. Thanks to Dani for the corrections.

Está nos meus planos fazer uma corrida daqui a três semanas. Tenho ideias de melhorar o meu desempenho da última corrida. Morro de vontade de manter uma velocidade alta durante a corrida inteira. Não suporto (a idea de) que* os meus tempos possam voltar a ser de mais do que uma hora como nas corridas do verão passado. Fiquei eufórico quando corri dez quilómetros em 55 minutos em outubro. Claro que preferia correr ainda mais rápido! Tenho ganas de ganhar a corrida mas não é provável e no fim das contas, deliro com cada corrida na qual ultrapasso os meus limites. Um dia claro cairia muito bem, e viria mesmo a calhar** se houvesse um vento forte nas minhas costas. Queira Deus que o clima*** esteja bom porque morro de aborrecimento quando corro em condições cinzentas e ventosas.

*=”I can’t bear (the idea) that…” This construction needs a noun immediately after it and when the verb does come, it’s subjunctive.

**=”vir a calhar” is a weird one and I think I got it wrong in the original text. Calha is a gutter so I took “vir a calhar” as something negative but it’s more like “being channelled in the right direction” so, like “cair muito bem” it has a sense of things turning out well by good luck. There’s a ciberdúvidas article about the expression if you want to know more. Anyway, the long and the short of it is, I made such a mess of this sentence that the marker didn’t really get what I was driving at at all 😔

***=I wanted to write “o tempo” but since that means “time” as well as “weather” it seems like it would be super-confusing here! Clima is more like “climate” than weather of course, so it sounds a little bit off.

Posted in Portuguese

Uma Corrida

Tenho tentado muitas vezes recentemente correr 10 quilómetros dentro de uma hora, mas em corrida após corrida os meus tempos tenho andado do lado errado da hora. Pois, tenho meio século*. Quiçá não deva estar assim tão chocado com** o meu declínio!
Mas enquanto há vida há esperança. Ontem finalmente atingi o meu objetivo. Depois de passar 5 semanas a treinar e a evitar hidratos de carbono e de ter perdido quatro quilogramas, fiz mais uma corrida num parque, à*”” chuva e cruzei a meta em 57:05. Muuuuiiito mais rápido do que o normal. Fiquei tão orgulhoso. Ainda há vida nestas pernas velhas.

(quando os organizadores deu me o meu número pessoal, foi 666. Que susto! Espero que a minha vitória não seja devida a Satã)

*=Tenho meio século sounds better than tenho um meio século – I have half century = I’m half (a) century old.

**=chocado com is another of those situations where the preposition isn’t what you expect. It’s “shocked with” not “shocked by”

***=and another! At the rain, not in the rain.

I got my clock time about 5 days later and it was even better! Under 56! Hail Satan!
Posted in Portuguese

A Corrida

No sábado passado, eu fiz uma corrida de dez quilómetros. Há dois anos costumava correr muito. Corria mais de* vinte quilómetros por semana. Até fiz umas maratonas. Mas hoje em dia, estou mais gordo e menos em forma. Por isso, custou muito para me preparar para este evento. Treinei três vezes por semana durante um mês, até consegui correr em volta do parque. O perímetro do parque tem um comprimento de 11 quilómetros e mais inclinações do que o percurso da corrida. Por isso, quando chegou o dia, senti-me forte o suficiente para correr numa velocidade relativamente alta sem recear que eu cansasse antes do final. Cruzei a linha de chegada dentro de uma hora e quarenta e oito segundos, que é longe do meu melhor desempenho pessoal de sempre, mas apesar disso, senti-me muito contente.

*=I wrote “mais do que” forgetting this recent post

 

Posted in English

Back From the Dead with an Empty Head

I feel like I’ve managed the post-exam slump better than last time and I haven’t lost any knowledge, but I have got a little rusty and I need to get back up to speed. I have been especially lazy over Christmas, not really studying much and instead devoting my free time to drinking too much and eating too many mince pies, which hasn’t done much for my fluency or for my waistline. Well, now I’m back on track! I’ve booked two lessons a week, upped my podcast intake and started reading daily. I’ve also made a new friend, a portuguese student who is planning to study in the UK, so I’ve been helping her with English conversation while she helps me with my Portuguese. I need to get back into running again, too, I think. It’s a bit cold for solo rowing and I need something to give me a sense of forward motion. I know I’m probably sounding a bit… I dunno, like some smug lifestyle blogger, but I definitely find that if I am getting some physical exercise it’s easy to just use that wave of energy to throw myself into some study, whereas if I am just at home, working and farting about it’s easy to just stay in that rut.

Blah blah blah… OK, I’m waffling. better get back to work!

Posted in Portuguese

Comentário

21937266Escrevi um comentário sobre “Do Primeiro Quilómetro à Maratona” de Jéssica Augusto (*=”Revista” ou “comentário”? Qual é melhor neste contexto*?)

Gosto muito este livro. Já sou corredor e estou a aprender português. Então, pensei que um livro sobre o meu desporto seria uma boa selecção.
A Jéssica descreve o progresso duma atleta, desde o sofá, passando pelos primeiros quilómetros até as provas mais longas – incluindo a famosa Maratona (26.2 Milhas). Há muitos conselhos sobre o aquecimento, o treino, a nutrição e a motivação.
Eu recomendo este livro a todos aqueles que querem começar a correr

 

Thanks very much to Paulo and Fernanda for their help in correcting this text when it first appeared on iTalki.

*= Fernanda offered the opinion that in this context “Commentário” or “apreciação” would be the best word for a book review online. A literary criticism would be a different matter. Revista is a false friend. I listen to a podcast called “revista de Semana” which I thought meant “Review of the Week” which is sort-of-correct but not a review in the sense of a book review. It’s a little more formal and bureaucratic than that, and it’s used as the title of some magazines. For a fuller description, look here.

The review is also now listed on Goodreads