Posted in English, Portuguese

Fazer’s On Stun

Another C1 Exercise: uses of Fazer with a preposition

Não te faças de sonso. Diz-me! Passaste ou não passaste? (Fazer-se de = to our on an act – so this first sentence is like “don’t act all coy”)

Não estudei e isso fez com que chumbasse no exame. (fazer com que = to have a consequence. Note the use of the subjunctive after it)

Os meus pais queriam ir de férias durante o período letivo, por isso mandaram um email que a fazer de conta que eu estava doente (fazer de conta = to pretend)

Eu também, fiz por aprender mas não consegui reter nada do assunto. (fazer por = to make an effort)

Precisas de trabalhar e fazer pela vida (Fazer pela vida = to make a living)

Tens febre. Queres uma tigela de canja? O que é que posso fazer por ti? (this Fazer por isn’t really a comound verb. He’s just offering to do something for the person)

Farei um grande esforço para ajudar* o meu vizinho que quer pintar o quarto da filha mas não consegue mover os móveis. (Also not a comound verb. He’s just making an effort to help. This sentence and the one above are good examples of the subtle differences between por and para, I think. You’d translate both as “for” in English but in this case, the person is making an effort in order to help, so you use para, whereas in the previous paragraph you’re doing something as a result of their need, so it’s por)

Quando era sócio do clube de drama, fiz de príncipe da Dinamarca numa peça chamada… Hum… Hamster ou algo do género. (Fazer de = to act like, to represent)

Fiz o relatório da câmara municipal (This fazer de isn’t a compound verb – I just made the report about the local government)

Este texto faz parte da minha aprendizagem de português. (Fazer parte de =to be a part of something)

I feel you, Scotty (image: Swear Trek)
Posted in English, Portuguese

From Beneath You, It Debaixo

I get mixed up over the variants of prepositions so I’m going to lay them out in a tabular format and see if that helps

Trás Baixo Cima Frente
* Preposition: after Adjective: low, short Not really used on its own Noun: front
A- Atrás de = behind Abaixo: below, underneath Acima: above Afrente: não existe
A[ ] A trás: não existe A baixo: não existe A cima: não existe A frente: at the head of (and à frente: onward, ahead (of))
De Detrás: behind (specifically right behind) Debaixo: under, underneath Decima: não existe Defrente: não existe
De[ ] De trás: from  the back (movement) De baixo: from below De cima: Upper, from high up De frente: head on
Por Por trás: behind – at some place behind (less specific than “detrás”) Por baixo: below Por cima: On top, above, overhead Por frente: from the front
Para Para trás: to the back Para baixo: down, downward Para cima: Up, upwards Para frente: forwards
Por de… Por detrás: behind Por debaixo: beneath Por decima: não existe Por defrente: não existe
Em Em trás: não existe em baixo: down below (used a lot on youtube when inviting comments!) Em cima: On, above, up there Em frente: in front of (opposite – as opposed to )
And also… Anos atrás = years ago Abaixo also used for “down with…” as in “Abaixo o governo!” Ainda por cima = And on top of that (something else bad happened!) Daqui para a frente= henceforth
And also… De baixo can also mean bottom – “a gaveta de baixo”=bottom drawer De trás para a frente: backwards

Sources:

Linguee

Lusografias

Ciberdúvicas [por detrás] [Atrás] [a frente vs em frente]

Posted in English, Portuguese

Unexpected Prepositions

Just straight doing my homework online now: this is about grammar and unexpected prepositions in sentences. For example

  • “O cheiro a gasolina” (literally “the smell at petrol”)
  • “Eu conheço apenas dois abrunheiros ao alcance dum homem de meia idade numa bicla” (“I know of only two blackthorn trees to the reach of a middle aged man on a bicycle”… which is a phrase most of us use every day)
  • “As mulheres que fizeram parte da luta para os direitos das mulheres votarem” (the women to took part of the struggle for women’s suffrage”)
  • “Viciado no Facebook” (“addicted in Facebook”)

I was hoping there’d be a way of thinking about prepositions, or the meaning of prepositions that would make it easier to select one if I came across a situation, in the wild, that seemed to need one. Currently what I do is translate in my head from an english phrase I want to say and choose the portuguese preposition that matches. So with the last one, for example, I would have said “Viciado ao Facebook”.

Unfortunately there doesn’t seem to be an easy answer to this – you just have to learn the whole phrase – viciado em… and use it as much as possible to make that way of talking stick. Presumably, after a while, it gets easier…

Incidentally, sometimes different prepositions can be used in different contexts. For example, O Cheiro a gasolina” is the smell of gasoline in the abstract, whereas if you are being more specific it would be “o cheiro de gasolina” and if you were talking about an actual puddle of it you’d use “da”. In Hugo Lourenço’s book Ruínas he writes of his memory of car journeys with his family: “E poucos segundos depois o cheiro a gasolina infiltrava-se as narinas e eu inspirava-o com prazer. Sempre gostei do cheiro da gasolina, hoje não é diferente”. I think in the first instance he’s talking about a gasoliney smell and in the other he’s talking about times when he has smelled actual gasoline.

Petrol. I mean Petrol.

I don’t think it’s very clear-cut though. For example, I’ve seen two versions of a well-known quote from Apocalypse Now, which gives me an excuse to photoshop it twice:

primary__20_20_20_20_20apoc-thumb-400x211-30117

So I think that’s “I love a Napalmy smell in the morning” on the left and “I love smelling whatever Napalm happens to have been dropped on the village in the morning” on the right.

Anyroadup, I’m meant to do three examples of each so here goes. I’ll count the photoshop as one.

O cheiro a…

  • O cheiro a lavanda lembra-me da minha avó.
  • Lembro-me do verão de 1976: o calor, os dias compridos e o cheiro a relva cortada no ar.

O cheiro de…

  • Abri o guarda-roupa e o meu nariz foi assaltado pelo cheiro de lavanda.
  • Nunca mais voltarei para o restaurante: a comida foi mal cozinhada e o cheiro de suor do empregado era nojento!

Ao alcance

  • O preço destes moveis está ao alcance de alguém, de qualquer nível de rendimento.
  • Amarrei o cão a uma árvore e deixei uma tigela de água ao alcance da corda.
  • O golo dos espanhóis encontrou-se ao alcance do pé de Ronaldo mais uma vez

Fazer parte de

  • Quando era jovem, fiz parte duma peça de teatro.
  • O governo de Trump não faz parte da aliança das nações do oeste tal como na época do presidente Obama, ou os seus antecedentes.
  • Quero fazer parte duma corrida de dez quilómetros no final do verão.

Viciado em

  • Durante a minha adolescência, fiquei viciado em cafeína.
  • O sistema económicas do mundo está viciado em óleo cru.
  • A minha filha está viciada em shippar personagens de mangá

Update – a couple of days later

O cheiro a…

  • Durante os anos, a escola ficou permeada pelo cheiro a couve.

O cheiro de…

  • O cheiro de couve informou-me que o jantar estava quase pronto.

Ao alcance

  • Se trabalharmos juntos, um aumento de desempenho de 50 por cento está ao nosso alcance.

Fazer parte de

  • Se quiseres fazer parte da peça de teatro, é preciso ensaiar muito connosco

Viciado em

  • Durante os anos oitenta, a minha avó ficou viciada na série “Dallas”