Posted in Portuguese

Orgulho e Preconceito

Here’s a text from Thursday about how everything is the fault of The Gays.

Na segunda-feira, havia uma notícia sobre o líder da Igreja ortodoxa russa. Disse que os valores liberais do ocidente estavam entre os motivos da invas… hum…peço desculpa… da “operação militar” na Ucrânia, e acima de tudo, citou as “marchas de orgulho gay” por serem “projetadas para demonstrar que o pecado é uma variação do comportamento humano”

Esta não foi a primeira vez que um líder da Igreja culpou os homossexuais pelos problemas do mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, há quem acredite que agitar uma bandeira arco-íris contribui para tempestades e terramotos.

Então, a mensagem é muito nítida: a homossexualidade é mais perigosa do que qualquer outra força no universo. A Ucrânia estava a construir uma reserva de lésbicas termonucleares e Putin foi forçado a intervir. Não havia outra hipótese.

Just after writing this text, someone randomly retweeted this video into my timeline. Woah. Maybe the churches are following the wrong JC: José Cid instead of Jesus Christ.

Posted in Portuguese

Tancos

naom_5a3a29c993a91

Ando a ver esta palavra “Tancos” nos destaques de notícias portuguesas mas nunca sabia a historia completa. Por isso decidi fazer uma pesquisa. O seguinte é um resumo baseado numa cronologia compilada por Luciano Alvarez no jornal “Público”.

No dia 29 de Junho 2017, o exército informou ao governo que tinha havido um assalto no dia anterior na freguesia de Tancos. Uma grande quantidade de materiais de guerra foi roubado dos paióis nacionais, incluindo centenas de balas, granadas, explosivos plásticos e até granadas-foguete antitanque.

Em breve, foi lançado uma investigação, e vários políticos do governo nacional visitaram Tancos. Afinal foram descobertos, no dia 18 de Outubro do mesmo ano, quase todos as munições a cerca de 25 quilómetros da base. Como é que chegaram lá? Não faço ideia. Os processos disciplinares continuaram contra uns membros das forcas armadas que tinham falhado nos seus deveres.

No dia 25 de Setembro, 6 meses depois de ter recebido o relatório sobre os acontecimentos, o PJ detetou um suspeito civil e 6 membros da policia militar que foram suspeitos de ter tentado esconder os factos sobre o desaparecimento. Durante os próximas semanas, surgiram mais revelações sobre quem sabia o quê, e quando sabiam. Finalmente, no dia 12 de Outubro deste ano, o ministro de defesa, Azeredo Lopes demitiu-se.

Aqui termina a cronologia, mas o escândalo continua. Já existe uma comissão de Tancos. Um novo relator foi eleito recentemente. O seu nome é Ricardo Bexigo.