Posted in Portuguese

A Noite

Estou aqui em Sheffield por causa do trabalho. Fico aqui durante duas noites. Estou num hotel bonito mas mesmo assim tenho saudades da família. Cheguei muito tarde e por isso experimentei um novo restaurante que fica aberto até às onze de noite. Depois, pass(e)ei** pela praça. A noite estava fresca mas não demasiado fria, com ar limpo após a chuva. O relógio em cima da câmara municipal tocou as dez horas de noite (or “as 22h00)*. A cena foi bonita.
E por hoje, termino.

*Apparently it can’t just strike ten, it has to strike ten at night or a proper 24-hour-clock time. This seems to be more of a thing in Portugal than Brazil, judging by the corrections.

**Passei por = I went through (passar), Passeei por = I took a walk though (passear). Some corrections suggested the latter but I think I want the former since I walked back from the restaurant to the hotel via the square)


Thanks to Larissa, Sofia, Leandro for the corrections

Posted in Portuguese

A Encontrar o Senhor Samuel Holberry

(mais um texto do ‘Instagram Language Challenge #IGLC’ Gosto de escrever no Instagram mas infelizmente não existem lá estudantes simpáticos que fazem correcções e por isso, fui ao italki) 
🙂 
Não encontrei ninguém hoje além da empregada que me trouxe um prato de peixe e a puré de batata*. Ela anda a aprender Russo. Por isso falámos de línguas e como aprendê-las (ela é fã de Rosetta Stone mas não gosto disso). Claro que não tirei uma fotografia dela porque não sou um psicopata, mas eis uma fotografia duma placa que comemora um herói local, Samuel Holberry que não encontrei mas tomei conhecimento da história dele pela primeira vez. O Holberry foi um activista no movimento que se chama Cartismo cá em Inglaterra. Os cartistas queriam aumentar os direitos do povo para participarem na democracia. De início a campanha estava pacífica mas depois de alguns anos, instigou uma insurgência contra o governo. Foi apanhado e feito prisioneiro até à data da sua morte.
Os seus métodos foram questionáveis mas hoje em dia, é bom que possamos** lembrar as pessoas que lutaram contra a tirania, e pela liberdade do povo inteiro.

notebook_image_826344

*=I originally wrote “batatas esmagadas” which is literally that, but it’s wrong. I think the people correcting the text thought I meant “batatas a murro” which is a kind of roast potato that has been squished, and it sounds pretty nice to me.

**=more natural with a personal infinitive, as “é bom podermos” but let’s leave it like this because I’m doing a lot of subjunctives this week


Thanks to Gustavo, Larissa, Sofia and Rubens for help with the corrections