Posted in Portuguese

Vem Aí o Inverno

A series of three linked texts, with thanks to Dani Morgenstern for the corrections.

Vem aí o Inverno

Song of Gifts and Turkey

Mal consigo a acreditar que a época natalícia está a aproximar-se. É mesmo verdade: chega cada ano mais cedo.

Compras Natalícias

Eu e a macaquinha fomos ontem ao centro de Londres comprar presentes para os nossos familiares e amigos. Tornou-se uma tradição começarmos a fazer as compras em Novembro, juntos. A minha esposa não gosta do Natal tanto quanto isso, mas nós os dois temos entusiasmo suficiente pela família inteira.

Colleen Aspirador

Quando estávamos a fazer as compras natalícias no sábado, a minha filha queria comprar um livro de Colleen Hoover porque uma amiga dela gosta dessa autora, mas a Olivia odeia-a (diz “Hoover Sucks” que é muito engraçado em inglês mas não faz sentido nenhum em português). Seria uma vergonha ser vista com um livro tão cliché!

De qualquer modo, tivemos uma longa conversa e, para resumir, concordei que eu faria a compra enquanto ela ficava à espera à porta da livraria. Ri-me.

Acho que a funcionária viu o livro a passar de mão em* mão porque ela sorriu e olhou para mim pelo canto do olho e perguntou “Então… É** um grande fã de Colleen Hoover?

Agora estou muito curioso.

*One of those surprising preposition uses in portuguese. “From hand to hand” becomes “from hand in hand”

**I used “és” here but the correction swapped to the more polite form with a note “a não ser que tenha andado com a senhora na costura, nesse caso podem tratar-se por tu”. I hadn’t heard “andar na costura” before and I can’t find it online but (EDIT – When I first posted this, the explanation here was completely wrong: this is the explanation straight from the horse’s mouth) it’s just like “andar na escola” – to go to school with someone. If someone is addressing someone in an overly familiar way, less informal speakers might draw their attention to it by asking if they went to school together, or were in the army together, or (in this case) were members of the same sewing circle.

Posted in English, Portuguese

Some Corrected Texts

A few recent texts with corrections below each. These are mostly pretty short since I didn’t want to give the correctors too much work over Christmas

Perder Um Streak.

A minha filha perdeu o seu Streak no Duolingo. Está a aprender francês. Usou o app todos os dias* durante 426 dias, mas esqueceu-se ontem. Eh pá.. Dói-me o coração….

*dammit, another one where I keep mistranslating. For “every day”, I keep writing “cada dia” (each day) when I should write “todos os dias” (all the days)

Feliz Natal.

Votos de um bom Natal** para todos. Espero que o Pai Natal traga tudo que vocês desejam.

**the capital letter is important.

Catolicismo.

Hoje de manhã, abri o Twitter, aquele sítio de opiniões equilibradas e cuidadosamente consideradas e deparei-me num tweet antigo. Uma mulher afirmava “não te podes considerar português não sendo católico”

O tweet é isca, claro, mas fez-me pensar um pouco sobre religião e identidade. O catolicismo constitui uma grande parte da cultura e da história do país (a isca é isca precisamente porque contém um grão de verdade) mas qualquer definição da nacionalidade que não inclua Viriato (de um lado da cronologia) nem Saramago (do outro) é evidentemente limitada de mais.

There was a little discussion in reddit about the influence of Catholicism on Portuguese culture, and how even those who consider themselves anti-catholics are to some extent influenced by it, which is all true, no doubt, but I think the original tweet I’m referring to isn’t saying that: I think she’s specifically trying to assert that any protestants or Muslims or Jews or atheists resident in the country will always be outsiders. In short, I think she was being a bit of an arsehole. To what extent that was pure trollage, or to what extent her tradwife persona is real, I don’t know, but taken on its face, it just seemed obnoxious.

Posted in English

Fun and Games

My favourite Trivial Pursuit question at today’s family get together was when my brother asked me “What language is spoken by a Lusophone?” Hm, let me think about that one….

I hope yours was as good, that you had a happy Christmas, and that 2022 will be less of a pain in the bum than the last couple of years.