Posted in Portuguese

A Segunda Tenativa

Here are a couple of texts about my second attempt to walk from here to the Thames Barrier and back along the Thames Path (a round trip of 50 miles). Autocorrect seems to have deliberately messed up a lot of words to spite me, but I’ll put the more interesting corrections down at the bottom

1. O Pequeno Almoço

Saí da casa muito cedo para dar um passeio. Comprei uma sandes de fiambre de um carrinho* perto da ponte. Enquanto estava à espera, um dos homens a trabalhar no próximo carrinho (uma peixaria) fazia uma pausa para fumar um cigarro. Depois, voltou ao seu trabalho mas, durante todo este tempo, usava a mesma luva plastica azul. Nojento! De que serve uma luva descartável se a usas enquanto estás a colocar um cigarro entre os lábios, meu javardola?

Eu não disse nada disso, claro, mas fiquei contente por ter escolhido uma sandes em vez duma sardinha crua. Que alívio que eu não seja uma foca**.

* = The corrector queried whether it was really a “carrinho” since he associated that with this sort of thing 👉 we-e-ell, it wasn’t quite like that but it definitely did have wheels. It was a mobile, wooden bench that could be used for a pop up market and then taken away when not in use. Possible alternatives would be “rulote” (caravan – definitely not!) or banca (a stand or stall). Banca kinda works, but I think if that as more of a static structure so I’ll stick with carrinho and hope it doesn’t sound too ridiculous.

**  Trocadilho de bónus:
Um leão andava à caça logo de manhã e apanhou uma girafa. Qual a refeição? Pescoço Almoço

2. O Resto do Dia

Antes do natal, fiz uma tentativa de andar daqui para a barreira contra inundações – uma viagem de 50 milhas de ida e volta. Falhei por causa de ter bolhas nos pés. Mas o passeio de ontem (o que descrevi no texto, que comecei com um pequeno-almoço* perto da ponte) foi uma segunda tentativa e desta vez consegui! Parti antes das 8 e continuei a colocar um pé à frente do outro** 87000 vezes durante 16 horas até atingir*** a meta e voltei para casa antes da meia noite. Tive bolhas nos pés e dores nas pernas. Comi uma tigela de chilli, mas depois, quando fiquei a pé, o meu corpo comecei a tremer e acabei por me sentar novamente . Bebi mais alguma coisa e deitei-me. Acordei com muita fome. Estou fraco e sinto-me como se tivesse uma gripe mas vale a pena!

*The Acordo Ortográfico has opinions abiut hyphen use too. It’s maddening.

**I originally wrote “um pé antes do outro” because id heard the expression “pé ante pé” but that means walking stealthily, on tiptoe and it sounds very wrong in this context. In fact, the corrector write “dá a entender que estás a andar de costas” (“it gives the impression that you are walking backwards”) Well, that sounds like it should be my next challenge…

***I wrote “até atingi” (literally “until I reached” but Portuguese grammar doesn’t work like that. After a preposition you wheel out the infinitivo pessoal. “Until reaching”